____ julho 14, 2016 ____

5 dias de realidade – Dia 4: Quem se beneficia com as dietas?

love

Mas qual o problema das dietas? Primeiro ponto é que elas tem sido usadas no discurso contra a obesidade há muito tempo e não se vê o holofote colocado no fato de que elas não funcionam. Ainda é mais fácil culpar o indivíduo gordo pelo seu suposto fracasso ao tentar emagrecer do que culpar a dieta. Mais fácil não só pra uma sociedade que prefere não enxergar a sua gordofobia, mas pra toda uma indústria que lucra com essa cultura que supervaloriza os corpos magros, vendendo remédios, shakes, revistas de dieta, cirurgias, alimentos específicos, tratamentos estéticos. Por isso não se admite o fracasso das dietas: não há fracasso para ser admitido quando se está lucrando com isso. A nutricionista Sophie Deram reflete se não seriam as dietas uma das causadoras dos aumentos no índice de obesidade, ao arruinarem a forma como as pessoas se relacionam com a comida e causarem o chamado “efeito safona” porque não funcionam a longo prazo. E são feitas para não funcionar, é não funcionando que você vai continuar recorrendo à elas para emagrecer.

Quando se faz uma dieta se estabelece com a alimentação uma relação restritiva, de privação de determinados alimentos. A pessoa fazendo a dieta vai sentir muita vontade de comer os alimentos proibidos e quando o fizer, sentirá culpa. Essa vontade reprimida junto com a culpa, faz com que essa pessoa desenvolva compulsão pela comida. Ela come compulsivamente e sente mais culpa. É uma relação de restrição, compulsão e culpa, causadora de transtornos alimentares. Muitas vezes essa pessoa vai expurgar o que comeu, seja vomitando ou usando laxantes.

A pessoa obesa acaba não sendo tratada de forma a desenvolver uma relação permissiva com a comida, baseada no “sim” e não no “não”. Isso acontece porque se acredita numa idéia enganosa de que a obesidade já é causada por uma relação extremamente permissiva com a comida (“pra emagrecer é só fechar a boca”), quando na verdade, o que ocorre é o contrário. A relação com a comida geralmente é restritiva, envolta em culpa e sentimentos negativos e a relação com o corpo é punitiva.

__ Comentários via Facebook __