Refletindo

____ março 06, 2015 ____

Suco de fruta sem fruta?

Hoje ocorreu algo interessante. No museu onde faço estágio, algumas pessoas optaram por substituir o refrigerante na hora do almoço por suco. Até aí tudo bem. Até que eu vi meu amigo chegar cheio daqueles famosos suquinhos em pó, que a gente mistura com água e, numa praticidade imensa, o suco está pronto! Falei que esses sucos não são saudáveis, que não tem nada da fruta (eu olhei a embalagem, que diz que ali tem 0,03% da fruta!) e que o principal ingrediente era o açúcar (é sempre o ingrediente citado primeiro no rótulo). Substituir o refrigerante por esse tipo de suco não é mais saudável. É trocar seis por meia dúzia.

A Francine Lima é jornalista formada pela USP e tem mestrado em nutrição em saúde pública. Ela criou, em 2013, o canal no youtube chamado “Do campo à mesa”, com vídeos sobre a produção de alimentos e o funcionamento dessa indústria, apontando problemas como rótulos que não informam claramente e uma legislação flexível que permite que produtos nada saudáveis e bastante artificiais cheguem às nossas mesas disfarçados de comida de verdade, contando, é claro, com uma forte publicidade em cima. No vídeo abaixo, ela fala sobre os sucos de frutas que compramos prontos.

Há, portanto, o suco concentrado, que é congelado e já é resultado da mistura de frutas que foram colhidas em diferentes meses. Esse suco chega a ficar armazenado por até dois anos e precisa receber aditivos para parecer um suco feito na hora. Tem ainda o suco concentrado para refresco, que a gente compra líquido e dilui com mais água. Ele já é uma mistura de água com suco concentrado (são os primeiros ingredientes no rótulo). Ou seja, já é diluído e a gente vai diluir ainda mais! E o suco em pó, como a Francine diz, da fruta só tem a lembrança! Agora, já pensaram na publicidade para as crianças que existe nesses sucos cuja embalagem informa ter vitaminas e ferro? Para isso, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor fez o vídeo chamado “Agite-se antes de beber”, que nos informa que o pó que a gente usa pra fazer refresco tem 19 vezes mais açúcar do que fruta. Vale a pena conferir.

Se gostou da informação, curta a página no facebook clicando aqui.