____ janeiro 25, 2016 ____

Garotas de Vidro

downloadLaurie Halse Anderson conta ter escrito a história de Lia, sua personagem principal em Garotas de Vidro, após receber muitos relatos de leitoras suas sobre os transtornos alimentares que enfrentavam, além dos cortes que faziam no próprio corpo. Em seus agradecimentos, ela cita a psicoterapeuta Gail Simon. Especializada há mais de 20 anos em tratar pacientes com transtornos alimentares, Gail leu os manuscritos de Laurie analisando as descrições físicas e psicológicas da personagem a fim de garantir maior veracidade.

Lia é uma adolescente do ensino médio que, assim como todas as meninas de sua idade, vive uma insatisfação com seu próprio corpo. Ela acaba por seguir um caminho tortuoso, o da anorexia, ao buscar na magreza doentia um sentimento de perfeição e autocontrole. Seu transtorno se agrava quando Lia recebe a notícia da morte daquela que costumava ser sua melhor amiga desde os tempos de infância, Cassie. O corpo de Cassie foi encontrado sozinho num quarto de motel e o que mais atormenta Lia é o fato de que Cassie ligou para ela trinta e três vezes nos seus últimos momentos de vida. Lia não atendeu as ligações. As duas estavam afastadas já há algum tempo.

A culpa toma conta da adolescente enquanto ela esconde da família a persistência de sua anorexia. Tendo passado já por dois tratamentos, Lia não quer que seus familiares descubram o que ainda sofre, para evitar que a mandem de volta para a clínica. Assim, ela dá a sua comida aos cachorros quando ninguém está olhando, descalibra a balança para não perceberem seu emagrecimento nas pesagens que sua madrasta faz em casa e adota uma série de medidas para que nada atrapalhe sua busca pela magreza.

A história é contada pela própria Lia e a forma como a autora escreveu os pensamentos de Lia é densa e original, mostrando muitas vezes o conflito em sua própria cabeça através de frases pensadas e riscadas (dessa forma), o que faz a gente entrar em contato com o policiamento da personagem principal a respeito de sua alimentação, corpo e sentimentos. O livro é realmente muito bom e nos deixa refletindo sobre a realidade de muitas mulheres e jovens que não conseguem lidar com a insatisfação com o próprio corpo, a dificuldade em enfrentar problemas pessoais e a consequente deturpação de suas imagens corporais. Lia é a personagem criada pela autora, mas sabemos a cada página que Lia é real.

__ Comentários via Facebook __